Suv da ferrari em risco. Purosangue vai a tribunal por causa da marca

O SUV QUE MARCHIONNE PREFERIA CHAMAR DE FUV (FERRARI UTILITY VEHICLE) ESTÁ NA RECTA FINAL DE DESENVOLVIMENTO, DEVENDO SER APRESENTADO AINDA ESTE ANO, PARA QUE AS ENTREGAS A CLIENTES SE INICIEM EM 2022. O FABRICANTE, REPUTADO CONSTRUTOR DE DESPORTIVOS, FEZ SABER QUE O NOVO MODELO SE CHAMARIA PUROSANGUE, MAS AGORA É A PRÓPRIA FERRARI QUE NÃO DÁ POR CERTA ESSA DESEJADA DENOMINAÇÃO COMERCIAL. ISTO PORQUE UMA INSTITUIÇÃO ANTIDOPING TERÁ REGISTADO O NOME COMO MARCA COMERCIAL DE VESTUÁRIO E OUTROS PRODUTOS – convém recordar, a propósito, que uma das maiores fontes de receita da Ferrari provém do merchandising.

Segundo o Financial Times, a denominação “Purosangue” foi registada em 2013 por uma organização em actividade desde 2011, sendo ela que detém a exclusividade da utilização comercial dessa designação na Europa. No site, a associação Purosangue apresenta-se como um projecto de âmbito internacional, que opera em Itália e África, visando promover uma cultura desportiva “limpa”. A Ferrari, também italiana, teria conhecimento disso e procurou chegar a um entendimento com a instituição, para poder baptizar de Purosangue o seu SUV, tal como anunciou. Sucede que as negociações não correram de feição para o construtor de Maranello, desconhecendo-se os detalhes do acordo proposto pela Ferrari e as razões que levaram a Purosangue a rejeitá-lo.

Fracassada a hipótese de chegar a um entendimento, a Ferrari não desiste do “seu” Purosangue e desencadeou os devidos procedimentos legais. A 5 de Março, o caso vai ser discutido no tribunal de Bolonha, com a marca a defender que a fundação com o cobiçado nome não faz dele uma suficiente utilização comercial que lhe permita reclamar um uso exclusivo. A Purosangue discorda e já fez saber que, apesar de ter como oponente uma das marcas mais poderosas em todo o mundo, pretende defender a exclusividade do termo até ao limite.

Independentemente da decisão dos tribunais, venha a chamar-se Purosangue ou a ter outro nome, a designação do primeiro SUV da Ferrari não deverá interferir no êxito comercial do modelo. Ainda que a eterna rivalidade entre a Lamborghini e a Ferrari recomendasse um puro-sangue para lidar o touro

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin